Luz da injeção acesa ou piscando: o que é e o que fazer?
GPCAR AUTO CENTER

Aqui você encontra o melhor serviço para manutenção de seu veículo.

Consulte-nos

PÁGINAS EXTRAS

INSCREVA-SE E OBTENHA VANTAGENS

Segunda a Sexta, das 08h00 às 18h.

Sábado, das 08h00 às 12h00

LOJA 2
GPCAR - AV. MUTIRÃO

(62) 3639-6000 | (62) 3639-6001

Av. Mutirão,N° 2301 Setor Marista Goiânia/GO CEP:74.150-340

 

LOJA 1
GPCAR - AV. T-63

(62) 3515-7004 | (62) 3515-7005

Av. T-63, N° 244 Jardim América 

Goiânia/GO CEP: 74.250-320

 

© 2019 GPCAR AUTO CENTER | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

Buscar
  • GPCAR

Luz da injeção acesa ou piscando: o que é e o que fazer?


O "motorzinho" aceso no painel pode indicar problemas no bico injetor, bobina, velas e até mesmo no catalisador

De repente acende a luz da injeção no painel, aquele motorzinho que se acende ali e você logo fica a imaginar: será algum problema na injeção eletrônica? E você sabe que a luz de injeção acesa, é porque tem alguma anormalidade no motor, que passa a funcionar em regime emergencial.

O sistema de injeção eletrônica substituiu o carburador. Sua principal função é controlar a quantidade de ar e combustível que entra no cilindro.

O volume de combustível, seja álcool, gasolina, diesel ou GNV, a ser injetado depende da quantidade de oxigênio disponível e de outros fatores como pressão, umidade e temperatura. A injeção eletrônica se vale da ajuda de sensores que medem essas variáveis e repassam as informações para a central.

Dados interpretados, a central ajusta, a cada instante, a quantidade de ar e combustível injetada. O mau funcionamento do sistema faz com que a luz da injeção se acenda no painel.


Funcionamento da luz da injeção eletrônica

A luz da injeção eletrônica é representada, no painel, pelo desenho de um motor amarelo.

Sempre que o motorista coloca a chave na ignição e gira, ela se acende. Essa prática acontece para mostrar que a luz está funcionando devidamente. Se ela não acender quando o carro for ligado, pode estar queimada.

Logo após a partida, deve se apagar. Se a luz de injeção fica acesa ou piscando indica que existe algum problema no motor. A luz da injeção eletrônica acende em marcha lenta ou acelerando.


Luz da injeção acesa ou piscando: principais motivos

Alguns problemas comuns deixam a luz de injeção acesa no painel. Eles estão relacionados aos componentes do sistema de alimentação do motor, como defeitos nas velas, nos cabos de velas, bobinas e bicos injetores. Os mesmos problemas podem fazer com que a luz de injeção fique piscando.

É possível também que problemas no sistema de escapamento, como no catalisador ou na sonda lambda – sensor responsável por fazer a leitura dos gases de escape – também levam a luz da injeção a se acender no painel ou piscar. Outro problema no carro é o mal contato em sensores, que pode fazer com que a luz de injeção se acenda também. Um erro comum que pode causar esse problema é lavar o motor.

Usuários reclamam que é comum observar a luz de injeção acesa nos Volkswagen Gol G5 e Gol G6, e também nos Chevrolet Celta e Corsa. Há muitos relatos também no Ford Ka e no Hyundai HB20.


Como “apagar” a luz de injeção no painel?

Normalmente, é preciso levar o carro a uma concessionária ou mecânico de confiança para que o defeito seja rastreado com um scanner. Com o código de erro, e possível determinar a origem do problema no sistema de alimentação.

Com o reparo feito, a luz de injeção deve apagar sozinha.


Se a luz da injeção acende após abastecimento

Você está dirigindo o seu automóvel e percebe acender no painel uma luz de alerta que é o desenho de um motor (luz da injeção). Esse alerta indica algum problema no catalisador ou nos gases que saem queimados do motor. Nesse caso, o carro deveria ser levado para a oficina para verificar o problema.

Entretanto, se essa luz da injeção se acendeu logo após que você abasteceu o automóvel, às vezes não é necessário levar o carro pra oficina, pois o que provocou o alerta foi o combustível adulterado: gasolina com muito álcool ou álcool com muita água, ou seja, um combustível não reconhecido pela sonda lambda.

Neste caso, procure levar o carro para abastecer, da próxima vez, em um posto de confiança, que seja honesto e o combustível também. Depois de rodar alguns quilômetros, o sensor lambda volta a reconhecer o que estava no tanque e a luz da injeção se apaga.


Posso continuar dirigindo com a luz de injeção acesa?

Diferente da luz de temperatura, luz do óleo, ou mesmo luz da bateria, indicadores de problemas que devem ser resolvidos de imediato, a luz de injeção admite que o motorista dirija o carro até uma oficina sem riscos de danificar outras peças ou agravar o problema.

Mas, se a luz indica problema de funcionamento da central eletrônica, como o carro continua rodando? Porque ela é projetada para entrar automaticamente num módulo de emergência assim que percebe estarem faltando informações para sua operação.

Ela desconsidera as que ainda chegam de outros sensores e estabelece parâmetros fixos, suficientes para o carro rodar até a oficina. Mas com baixo desempenho e elevado consumo e emissões.

Para resolver o problema de forma correta, procure um mecânico de confiança.


Modelos com maior volume de buscas relacionadas.

Uma medida que pode sinalizar quais modelos apresentam maior incidência de problemas relacionados a luz da injeção acesa é o volume de buscas no Google. Listamos, abaixo, os 20 modelos mais buscados.

1. VW Gol G5

2. VW Gol G6

3. Chevrolet Celta

4. Chevrolet Corsa

5. Hyundai HB20

6. Ford Fiesta

7. Fiat Ducato

8. Peugeot 206

9. Toyota Hilux

10. Fiat Uno Vivace

11. Fiat Uno Fire

12. Fiat Palio

13. Fiat Palio Fire

14. Chevrolet Onix

15. Mitsubishi L200 Triton

16. Fiat Strada

17. Peugeot 207

18. Honda Fit

19. Volvo XC60

20. Ford Ka


*Fonte de dados ->https://autopapo.com.br/blog-do-boris/luz-da-injecao-acesa-painel/


5 visualizações